Resenha A Promessa da Rosa

A Promessa da Rosa
"Babi A. Sette"
Lançamento Novo Século
Junho/2015

Resenha
Kathelyn, filha de um conde, que despreza a nobreza e seus títulos, ela não quer se casar como uma mercadoria, ela quer se casar por amor, muitas jovens debutantes procuram o homem mais rico, o com maior título, tudo que ela quer é alguém que que entenda, Kathelyn tem o espirito livre, o que é bem difícil para a época, mas ela quer alguém que entenda sua personalidade e a aceite assim.

“Sempre foi esse o problema em vestir saias. Ela gostava demais da queimação do perigo, da emoção, de poder ser descoberta, daquele estado excitante em que entram todos os sentidos diante de um desafio – suor nas palmas das mãos, calor nas bochechas, frio entre as costelas. Ás vezes, até mesmo, um formigar por cima da pele e um tremor nas pernas. Seja o desafio qual fosse. Gostava de todos eles. “

Era época das temporadas onde as moças bem-nascidas poderiam encontra seu futuro esposo, haverá um baile, porém Kathelyn está de castigo, exatamente por ser como ela é e não se preocupar com as regras, ela participou de apenas um baile, porém sua mãe intervém e ela poderá ir ao baile. Só que a intensão dela não é ser corteja por homem algum, e sim ver as relíquias que estariam no palácio. Até que surge um momento em que um homem desperta sua atenção.


Ele destacava-se no meio da multidão. Havia algo nele que fazia todos os outros homens da festa parecerem levar fantasias de pardais, enquanto ele se assemelhava um falcão. Era algo com seu porte, talvez, sobrepunha-se diante dos outros. ”

Kathelyn retoma sua atenção ao seu principal objetivo e vai até as salas onde se encontram as relíquias, tudo ia bem se a porta se não estivesse trancada e nem se o Falcão não tivesse a seguido. Ele a questiona como se fosse uma ladra, mais descobre que é mais que isso, aquela moça a sua frente, entendia histórias sobre relíquias, que somente os homens aprendiam, despertando o seu interesse, o que ele não sabe é que ela é filha de um conde, e ela não sabe que ele é um duque, como uma mulher poderia saber tanto sobre a história e ser uma moça bem-nascida? Ela poderia ser tudo menos uma garota com título nobre.
Seu estilo de vida é diferente, ele gosta de jogos, ele joga e viaja o mundo atrás de relíquias, conhecendo a moça misteriosa que tanto gosta de relíquias, seu interesse fica nítido, e quando descobre que a moça é uma dama de respeito, pretende-se casar com ela, mas o relacionamento deles não é nada comum, inveja e traições serão grandes questões que podem destruir esse relacionamento e afastá-los para sempre.


Eu não dormir até ter terminado esse livro, esse livro é esplêndido, isso sim é um romance histórico bem escrito, com personagens bem criados com personalidades marcantes, a escrita da Babi é instigante e dramática levando seus leitores a loucura, há momentos em que cenas deixam nosso coração na mão.
Eu nunca vi personagens mais teimosos do que estes, obstinados e cabeças duras que não querem se deixar levar pelo coração mas perdem toda razão e coerência quando estão próximos.
Essa obra foi uma grande surpresa pelo fato de ter muitas reviravoltas, a cada capitulo, eu ficava mais desesperada, a história traçada e marcada por muitas traições e invejas, é preciso se forte e confiar no amor do outro para que isso não afete seu relacionamento.
Uma jovem sonhadora e um duque disposto a realizar todos os sonhos da mocinha.
Sempre haverá alguém que nos complete como Arthur completou Kathelyn.






5 comentários:

  1. O único romance de época que eu já li foi Perdida da Carina Rissi, é a personagem principal também era tanto quanto teimosa de mais, ao ponta de fazer com que eu queira quebra a cara dela, de tão teimosa, mas foi uma história que me envolveu do ínio ao fim, e me parece que esse livro e bem parecido, fazendo com que eu tenha vontade de lê-lo. Adorei a resenha, muito breve, mas que falou tudo que eu precisava saber para que eu sentisse vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  2. Adoro ler romance de época são tão apaixonantes

    ResponderExcluir
  3. eu amo romance de época comecei a pegar gosto com perdida da Carina Rissi e depois encontrada .. muito bom mesmo

    ResponderExcluir
  4. Já to vendo minha mãe me arrastando da livraria

    ResponderExcluir
  5. Adoro, amo, idolatro, sou pirada em romances de época !!!! acho que acabei fazendo o curso de História por causa deles rs!!! já coloquei esse na lista do skoob!!! :)

    ResponderExcluir

® Blog Thays M. De Lima - Layout por A Design